PUBLICIDADE

_Mais de 300 mil pessoas passaram pelo parque 18 de maio durante as primeiras feiras do mês_

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Economia Criativa (Sedetec), realiza pesquisa, durante o mês de dezembro, na Feira da Sulanca para mensurar o impacto econômico. A pesquisa foi realizada entre a primeira e segunda semana do mês de dezembro, no Parque 18 de Maio.

Referente as duas primeiras semanas de dezembro, ao que se refere em quantitativo de circulação, segundo a Secretaria de Ordem Pública (Secop), foram aproximadamente 160 mil pessoas que passaram pelo Parque, nos dois dias de feira. Resultando em uma estimativa em movimentação econômica de R$ 159.600.000,00

Durante esta semana a expectativa foi superada, estima-se que passaram pela sulanca somente na quinta-feira (14) 120 mil pessoas, já na sexta-feira (15) a expectativa é de que 80 mil pessoas passem pelo parque, sendo essas as feiras mais aguardadas do ano.

“A importância econômica da feira para a região é significativa, especialmente no final de ano, pois atrai inúmeros turistas, compradores e visitantes em busca de produtos artesanais, vestuário e uma variedade de produtos regionais. O aumento do fluxo de pessoas na cidade durante este período gera um impacto positivo na economia local, impulsionando as vendas, gerando empregos temporários e contribuindo para o desenvolvimento do comércio e do turismo na região”, comentou Pedro Augusto, secretário da Sedetec.

PUBLICIDADE