Três crianças foram baleadas por criminosos que invadiram uma casa em Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no fim da noite de quinta-feira (22). Uma das vítimas, um menino de 10 anos, morreu. A ação criminosa, que chocou os moradores da cidade, aconteceu na comunidade da Biquinha, bairro do Pilar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) afirmou que foi acionado para o local por volta de 0h42 desta sexta-feira (23). Segundo o Samu, as três vítimas foram socorridas para o hospital local, o Alzira Figueiredo. Uma delas, o menino de 10 anos, foi transferido para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, também na RMR, mas morreu durante o atendimento.

As outras duas crianças, de 12 e 7 anos, foram levadas para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos dois.

As primeiras informações indicam que a família estava dormindo em casa quando homens encapuzados chegaram. Vídeo que circula nas redes sociais mostra a mãe das crianças desesperada. É possível ouvir choro de criança e gritos de dor.

“Invadiram a minha casa, atiraram nos meus filhos pequenos. Meu Deus do céu, ele foi baleado”, diz a mãe, chorando.

O vídeo mostra a casa da família onde estão as três crianças baleadas. Uma delas estava em uma rede e outra no chão. A terceira aparece em cima de uma cama. No local, há muito sangue.

Essa é a segunda criança morta após bandidos invadirem uma residência em Itamaracá. No último sábado (17), um bebê de 10 meses foi morto a tiros, na comunidade Roque Santeiro. O bebê foi identificado como Gael Lourenço França do Carmo. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, o grupo armado entrou no local, fez vários disparos e fugiu em seguida.

Sobre a ocorrência dessa quinta-feira, a Polícia Civil disse que registrou o caso como homicídio consumado e dupla tentativa de homicídio.

“As vítimas estavam dormindo em casa, com sua genitora, quando desconhecidos arrombaram a porta do local e realizaram disparos da calçada para dentro da residência, atingindo as três vítimas”, afirmou a corporação.

As investigações foram iniciadas e seguem com a 8ª Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH) até o total esclarecimento do caso, de acordo com a polícia.

Folhape

PUBLICIDADE