PUBLICIDADE

Do Globo Esporte PE

Nova Friburgo, Caruaru e agora Espanha. Em quatro anos, foi esse o caminho traçado por João Fersura. A joia de 19 anos do Porto, rebaixado à Segunda Divisão do Campeonato Pernambucano, que desponta para a Europa: o atacante assinou contrato de cinco anos com o Real Betis e está de malas prontas para atuar no novo clube a partir de julho.

A informação do acerto sacramentado foi confirmada pelo empresário do jogador, Silvan Ataíde, ao ge, na tarde desta terça.

“O contrato está assinado, são cinco anos. A partir de julho agora, ele deve viajar. Só vamos esperar terminar o Pernambucano sub-20” pelo Porto, diz.

No Betis, João Fersura não chega por ora para o profissional, cabe dizer. O carioca integrará o time “B” dos espanhóis – que também abriga atletas de seu programa de captação de talentos, o Betis Talent.

O atacante, inclusive, foi observado durante a Série A1 do Estadual através do projeto, tocado pelo coordenador José María Barba – que viu de perto o garoto, acrescenta o empresário.

— Será um senhor desafio, porque o Betis nunca fechou um negócio neste nível. Sem desmerecer o Porto, mas eles estão acostumados a levar jogadores de Série A, que estejam dentro do processo nacional, enquanto o Porto é um time do interior.

Ao longo da busca por novos talentos, mais de 10 mil jogadores foram analisados pelo Betis e João, o único entre os atacantes da América do Sul, o escolhido, acrescenta o agente.

No Brasil, Cruzeiro, Atlético-MG, Bahia, Fortaleza, Grêmio, Fluminense e Vasco demonstraram interesse, conta Silvan, e ainda acrescenta: a maioria dos clubes fez proposta pelo atleta.

Quem é João Fersura?

Nova friburguense, João Ferusa desembarcou em Caruaru aos 15 anos para participar do projeto social “Fábrica de Craques”, criado por Toninho… Hoje, técnico sub-20 do Porto e um dos responsáveis por levar o garoto ao profissional do Gavião.

A promessa do time caruaruense tem características de força física e velocidade; é ambidestro, joga nos dois lados do campo e também pode atuar como falso 9.

Na Série A1 do Pernambucano, Fersura – integrou o elenco de menor folha da competição, com R$ 30 mil por mês – disputou nove partidas, todas começando como titular, e marcou um gol na derrota do Gavião por 3 a 2 para o Central.

No Estadual sub-20, o atacante jogou quatro partidas, também na equipe de cima, e balançou as redes na goleada do Porto por 7 a 0 diante do Serrano.

PUBLICIDADE